Apresentação

As argilas ARGIMAX são extraídas em jazida própria, totalmente licenciada, situada no município de Lagoinha-SP, na região do Vale do Paraíba.

Vista aéreaO empreendimento iniciou produção comercial em 2008, e sempre foi administrado por engenheiros e técnicos da área de mineração, adotando-se técnicas modernas de produção e controle de qualidade. Mas, o que se destaca é a qualidade das argilas ARGIMAX.

São argilas plásticas sedimentares e cauliníticas, que apresentam cores esbranquiçadas após queima, com excelentes propriedades cerâmicas, tendo uso aprovado na formulação de esmaltes e engobes, porcelanas e refratários..

São produzidos três tipos distintos de argila, que atendem diferentes demandas técnicas das indústrias cerâmicas: AXP1, MAX 50 e AXM4, sendo a primeira utilizada usualmente na formulação de massas cerâmicas, a segunda para engobes e esmaltes cerâmicos e a terceira, um produto moído, destinado às indústrias que não possuem instalações de moagem ou que preferem evitar esta etapa do processo.

O produto MAX 50, especificamente, trata-se de uma argila muito especial, apresentando propriedades físicas que garantem excelentes resultados de cobertura e plasticidade, na aplicação de engobes.

No desenvolvimento da mina são empregadas técnicas de controle e recuperação ambiental que asseguram uma redução dos impactos negativos sobre o meio ambiente, bem como na manutenção de um ecossistema equilibrado no local após a lavra.

Todos esses aspectos fazem hoje da ARGIMAX uma empresa moderna, garantindo aos seus clientes um fornecimento de matéria-prima diferenciada, que contempla todas as exigências técnicas e comerciais do mercado cerâmico.

Resolução mínima de 800x600 - © Copyright 2009, Argimax - Todos os direitos reservados.